Praia minimalista




***

Todo mundo sabe que quando a gente vai pra praia o que menos precisa é de roupa. Mesmo assim, o hábito de levar um pouquinho mais 'caso precise', que está super arraigado na nossa cultura de medo, persiste e insiste em aparecer.

Sinceramente, no caso dessa viagem pra Ubatuba, não ia fazer enorme diferença levar muita ou pouca roupa, já que fui de carro. Eu poderia simplesmente colocar tudo na mala e pronto, mas me incomoda  demais essa história de trazer de volta roupa sem uso. Sempre me dá a sensação de trabalho desnecessário. Além disso, eu sou mesmo adepta da ideia de que quanto mais roupa, mais difícil organizar o dia/ escolher o que vestir.

Além de tudo, é um desafio fazer malas minimalistas, e um desafio divertido.

Digo isso pra explicar que, lá fui eu, 7 dias em Ubatuba levando só o que realmente eu achava que fosse usar.

Tive sorte ( e um pouco de ajuda do weather) e deu tudo certo: foi uma semana muito quente e fiquei a maior parte do tempo na piscina e na praia. Assim, o planejamento foi o de repetir a roupa nas horas de passeio e só levar roupas que eu realmente goste de vestir. Foram

- Três vestidos de calor, todos muito usados
- Um de manga longa (ficou sem uso)
- Um chinelo
- Uma sapatilha
- Uma legging+ blusa de malha pra caso esfriasse (voltou do jeito que foi)
- Dois biquinis
- As básicas roupas de baixo , uma por dia e pijama + produtos de higiene.

Fui muito leve e deu muito certo, foi a mala mais enxuta que já fiz.

Agora planejar a mala de Cuba que será um pouquinho diferente pois vou a trabalho, preciso de mais variedade!


*****

A tempo: Ubatuba é linda e eu amo!

Postar um comentário

Postagens mais visitadas