O destralhe começa por não entralhar


Um dia desses fui ao shopping com a minha mãe. Era domingo e eu a convidei para que se distraísse. Resolvemos que íamos comer com as crianças e íamos tomar um café. Olhamos a livraria ( coisa que não me tenta, não acho os preços justos). Sebos me tentam mais pois costumam ter livros bons a preços justos. Andamos até a loja de decoração (e essa costuma me tentar).
Lá pela tantas me peguei a olhar lindas fronhas, daquelas bem embaladas que pareciam prometer todo o conforto do mundo. Graças a todos os santos, minha mãe me perguntou, de maneira distraída: "Que lindas, está precisando de fronhas?", o que me levou imediatamente a um clarão reflexivo  "Não, na verdade eu não estou precisando" e devolvi imediatamente ao local, me lembrando que tenho o suficiente.
                                                                        *****
É preciso entender que não levar coisas pra casa é o primeiro passo para ter um ambiente destralhado.
                                                                       
                                                                         *****
Postar um comentário

Postagens mais visitadas