Fim de ano

Mais um Natal chega e com ele dinheirinho na conta de quem é trabalhador formal. Um bom consumista compraria todo tipo de "supérfluos necessários" e ficaria zerado para inicio de ano, quando vêm diversas contas e taxas a pagar. Por aqui, sigo firme!Quanto mais o tempo passa mais vejo o absurdo que é toda essa correria que as pessoas se acostumaram a chamar de Natal. Propagandas pela televisão, daqui da onde vejo, me parecem de uma cara de pau desmesurada...A educação financeira , que deveria ser matéria de escola, passa ao longe de tudo isso. Sinto na verdade uma ponta de dó das pessoas que não se educam financeiramente e gastam, gastam, sempre atrás de uma felicidade que não conseguirão. Não sou blindada, ainda.Sinto vontade também de, junto a todo mundo, participar da euforia coletiva...mas como a música , depois penso na vida pra levar, na vida que eu QUERO levar e respiro fundo, mantendo-me nos planos. Sim, eu vou gastar um $$, mas foco, FOCO, vamos gastar em experiência de vida. Viagem ( não necessariamente a da moda), passeios ( pretendo ir ao MASP e a São Paulo, muitas vezes) e tempo livre com a família.
1 comentário

Postagens mais visitadas