Destralhe #super hard

Olhando 2013 percebo que estou mais feliz que antes. Claro, óbvio e escancarado isso é graças ao projeto-vida-simples. Simples, com menos desejos, simples com menos sonhos, simples com olho aberto, pé no chão, em paz com a realidade, sem tantas colinas-mundanas para subir (será que eu tenho , ou começo a ter, um quê Budista?)...
                                                                     ****
Algumas escolhas erradas do ano acabaram por me ajudar a notar que meu descolamento do senso comum, que eu tanto queria, está crescendo... A tempo, me dei o direito de "girar nos calcanhares" e sair rapidinho pela esquerda. O mercado de trabalho está aquecido, surgem propostas de todos os lados, mas algumas delas são verdadeiros cavalos de troia. Explico melhor aqui. Como não faço dívidas, posso escolher! Me dou o direito de trabalhar menos, ou num lugar que pague um pouco menos, mas aonde eu esteja feliz.
                                                                      ****

O destralhe super hard de 2014 será o destralhe interior, de coisas que me fazem mal. Pois jogar tralhas e objetos fora ficou fácil, dificil é jogar fora julgamentos e expectativas alheias. Pressões e combinados sociais do que se deve ser, ter ou fazer e que deveriam, desde sempre, ter o seu lugar somente na lixeira da anotação mental. Sei que o #nivel-é-hard...mas não é impossível. Com a ajuda de um terapeuta, claro, que essa de fazer tudo sozinha é coisa de quem não quer fazer de fato. E vamos lá!!



1 comentário

Postagens mais visitadas