Destralhe e consumo



O destralhe funciona... deixa sua casa, sua vida mais organizada...menos coisas, menos obrigações...mas tem um fator importante : é preciso diminuir também o consumo. É preciso pensar antes de consumir, não por pão-durice, mas por descolamento do senso-capitalista-que-a-liberdade-felicidade-é-o-consumo. A pergunta chave é : por que estou /vou/quero consumir isso? Posso esperar? Eu sei que não é fácil. Eu morro de raiva da minha geladeira pequena que não é frost free e parece o polo norte em época de aquecimento global ( se esqueço de degelar , ela pinga, sério, pinga pela cozinha). As vezes me pego sonhando com uma geladeira enorme, toda compartimentada, nova, branca, voadora...espera, voadora não. Só falta me imaginar com o avental da dona de casa anos 50 ( e cabelinho, por que não?) colocando feliz todas as comidinhas feitas para a semana...A propaganda é forte, será que serei mais feliz?

Mas vamos a segunda pergunta: se já decidi que existem prós e que será uma compra  útil ( não é apenas um desejo consumista, ou de me adequar ao que todo mundo tem e me sentir mais normal) e então?, eu tenho dilmas suficientes para comprar? Caso, e só caso, eu não me endivide para comprar, isso pode de fato, facilitar a minha vida. Caso eu me endivide, pague em várias prestações que farão meu ano mais corrido, puxado, amargo, então é hora de parar.  Se passou pelo crivo do "realmente preciso" ( que vai ser só na hora que a velhinha não gelar mais nada), então agora deve passar pelo crivo financeiro.

Veja só, é tão claro não?

SE EU REALMENTE PRECISO eu vou começar a guardar dinheiro para comprá-la. Sem me endividar.

A ideia é ser bom consigo mesmo. Se eu me obrigo a pagar 300,00 dilmas por mês numa prestação por 10 meses, estou sendo uma carrasca. Chega, a vida já tem problema demais naturalmente.Se posso guardar 300, guardo, se em outro mês preciso viajar para apresentar trabalho, arrumar o carro que quebrou, pagar um medico extra, eu não guardo tanto, guardo um pouco menos, nem que seja  $30 dilmas mas fico  livre para decidir onde gastar.

Voltando à  estaca zero...fato é que não decidi ainda pela extrema necessidade dessa geladeira nova , o que faz com que eu não esteja guardando $$ para isso. Toda vez que limpo a geladeira me pergunto se não seria melhor abrir mais espaço livre em minha vida e lembrar mais vezes de degelar. Toda vez que limpo a geladeira fico feliz, ela fica linda , espaçosa, sem parecer um iceberg. Deveria me encher de trabalho para pagar a super geladeira ou abrir espaço na minha vida para cuidar daquela que tenho?



2 comentários

Postagens mais visitadas