Domingo

Que Deus me ajude na nova empreitada minimalista. Reduzindo ao máximo esse mês.



Eu não quero olhar para trás quando eu tiver alguns anos a mais e perceber que tudo passou e eu não vi. De verdade, eu já olho para trás e vejo que tudo o que eu vivi até aqui voou, passou rápido, como areia numa ampulheta. E essa é a vida. Ela corre, é assim, ponto. Como vivê-la melhor? Como fazer para não desperdiçar tempo com bobagens? Como ser feliz agora? Mesmo que eu não tenha tudo ou seja tudo que desejei, por que não valorizamos o que temos? Por que desejamos tanto? Sonhamos tanto? Eu ein, quero muito aprender a me esvaziar dos desejos. Eles não me servem. Não me fazem feliz, nem mais realizada. O exercicio é viver o agora. Manter-se no agora. Não existe karma, nem destino. A vida é um caminho aberto. É só entender isso. As escolhas são inúmeras, são nossas e estão todas aí para nós.





Caminante no hay camino

Antonio Machado

Todo pasa y todo queda,
pero lo nuestro es pasar,
pasar haciendo caminos,
caminos sobre el mar.

Nunca persequí la gloria,
ni dejar en la memoria
de los hombres mi canción;
yo amo los mundos sutiles,
ingrávidos y gentiles,
como pompas de jabón.

Me gusta verlos pintarse
de sol y grana, volar
bajo el cielo azul, temblar
súbitamente y quebrarse...

Nunca perseguí la gloria.

Caminante, son tus huellas
el camino y nada más;
caminante, no hay camino,
se hace camino al andar.

Al andar se hace camino
y al volver la vista atrás
se ve la senda que nunca
se ha de volver a pisar.

Caminante no hay camino
sino estelas en la mar...

Hace algún tiempo en ese lugar
donde hoy los bosques se visten de espinos
se oyó la voz de un poeta gritar
"Caminante no hay camino,
se hace camino al andar..."

Golpe a golpe, verso a verso...

Murió el poeta lejos del hogar.
Le cubre el polvo de un país vecino.
Al alejarse le vieron llorar.
"Caminante no hay camino,
se hace camino al andar..."

Golpe a golpe, verso a verso...

Cuando el jilguero no puede cantar.
Cuando el poeta es un peregrino,
cuando de nada nos sirve rezar.
"Caminante no hay camino,
se hace camino al andar..."

Golpe a golpe, verso a verso.


Poemas de Antonio Machado:
Poemas del Alma


Postar um comentário

Postagens mais visitadas